Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Sem Filtro

“Uma gargalhada por dia nem sabe o bem que lhe fazia:)”

Sem Filtro

“Uma gargalhada por dia nem sabe o bem que lhe fazia:)”

#Elite? eu sei lá se gosto dela?#

 

Elite-image.jpg

 

Esta é uma das histórias da minha vida que me marcou e que me envergonho e que me rio…

Aqui vai:

 

Sempre fui uma miúda que gosto de pessoas! Conviver com pessoas é a minha onda e facilmente sempre fiz amigos.

 

Quando andava no 2.º ciclo tinha uma turma grande.

 

Morava a 25 minutos da escola onde estudava e ía e vinha a pé…naqueles tempos os nossos pais não nos levavam à escola de carro, como hoje, vínhamos a pé e divertíamo-nos imenso.

 

Na altura lembro que os meus pais moravam num sítio onde todos os vizinhos se conheciam…toda a gente sabia quem eu era e os meus pais sabiam quem eram os filhos(as) dos vizinhos.

 

Portanto de manhã combinávamos as horas e íamos a tagarelar o caminho todo, a tocar nas campainhas de alguns prédios e a fazer diabruras…e lá íamos até chegar à escola.

 

Normalmente eu vinha sempre acompanhada de algumas amigas e amigos. Parecíamos as personagens do livros da coleção “Uma aventura na”…neste caso era uma aventura na escola, eramos: Eu, a Andreia, a Nazaré, o Pedro e André…mas se existissem mais meninos(as) que morassem ali perto de nós, juntavam-se ao grupo e íamos todos juntos por ali fora..

 

Sentia-me super bem no meio deste grupo.

 

Contudo a minha mãe não gostava em particular da minha amiga Andreia, naquela altura achava que era má companhia. Essa minha amiga tinha cabelos compridos até aos pés(maneira de dizer, tinha a ver com a religião dela), a minha mãe achava que ela não era muito limpinha…enfim…devaneios da minha mãe…ela lá tinha os seus argumentos para não gostar dela…eu gostava imenso dela e do irmão mais velho dela que achava um borracho😊

 

Certo dia, depois das aulas por volta das 18h00 estávamos nós a regressar a casa, eu e ela eramos magras como a Olívia Palito e vínhamos na alta cavaqueira com os rapazes a rir-nos e a falar alto.

 

O sítio onde morávamos tinha jardim e a toda a volta era circundado pela nossas casas, ou seja, era sítio pequeno, naquela altura ao mínimo ruído tudo se ouvia e se sabia.

 

Eu vinha super divertida e a falar alto e a dizer parvoíces…para variar…

 

Entretanto despedi-me dos meu amigos e entrei em casa…

 

Estava à minha mãe com cara de quem me ía pregar uma solha…e eu só pensava o que foi que eu fiz…

 

Mãe: Sara Luísa (sim é o meu segundo nome, ninguém merece)anda cá…

Eu: a pensar: Oh não já vou apanhar…quando a minha mãe me chamava assim estava o caldo entornado…

Eu: sim mamã…

Mãe: eu não gosto daquelas amigas tens…

Eu: oh mamã mas eu gosto, são as minhas amigas!

Mãe: vocês parecem umas arruaceiras e marias rapazes…vêm com aqueles rapazes todos à vossa volta. Não gosto nada disso!

Eu: mas oh mamã são meus amigos e gosto deles…

Mãe: ou te portas bem ou isto vai acabar…

Eu: mas oh mamã…

Mãe: nem oh mamã nem oh papá …se continuas assim vou tirar-te daquela escola e vais para uma escola de elite…

Eu: já a chorar, muito chateada com a minha mãe disse: oh mamã não me faças isso, eu sei lá se gosto da elite, eu gosto das minhas amigas!

 

A minha mãe que estava muito séria desmancha-se numa gargalhada… e eu muito chateada porque pensava eu (ingénua) que a elite era uma menina.

 

A minha mãe lá me explicou o que era a elite…deu-me um abraço e pediu-me para me portar melhor…

 

Oh my god que vergonha…😊não me gozem por favor…

 

Ainda hoje lá em casa quando falamos disto desatamos todos a rir😊

Sobre o Blogue:

Este Blog é sobre tudo aquilo que me apetece dizer, completamente sem filtros, a verdade pura e crua sobre a vida, sobre o amor, sobre as pessoas. É acerca desta, daquela e da outra pessoa. É sobre uma história que ouvi na rua, uma imagem que me inspira.É acerca de histórias verdadeiras com as suas derrotas e glórias. É sobre voltar atrás, sobre dúvidas, sobre recomeçar, sobre viver. É acerca do amor puro … é sobre os nossos sonhos…é sobre acreditar…é sobre sorrisos.. Que as linhas que aqui se coloquem sejam sejam de alguma forma inspiradoras, divertidas e acima de tudo uma lufada de ar fresco, que sejam o que se queira que elas sejam. … “Se a vida te dá limões peça Sal e Tequilha” Existem duas soluções para tudo na vida; O tempo e o f*da-se Os 4 F(s) Essenciais para vida : Foco Fé Força F*da-se